Viva o Carnaval (Fuja para as Colinas)

6 de mar de 2011


O carnaval desperta emoções opostas nas pessoas. Para uns é tempo de fazer folia, de alegria, de extravasar, jogar tudo pro o ar e ser feliz antes de mais nada... Já para outros, e me incluo aqui, é um feriado sem sentido e que serve de desculpa para desocupados fazerem bagunça. Ao menos o feriado serve para aqueles que não gostam do Carnaval descansarem.

A televisão que, à via de regra, não tem nada de interessante para assistir torna-se ainda pior em época de carnaval. Não importa o canal, não importa o horário, só dá isso na TV. A noite é desfile de escola de samba, que tem até algumas alegorias bonitas, mas também tem outras de muito mau gosto. Assim como os sambas-enredo, que dificilmente às vezes trazem assuntos interessantes, porém, mesmo nesses casos são bem rasos. A coisa piora ainda mais quando se trata do carnaval da Bahia. Pra quem tá lá no meio do povo, beleza, tem quem goste, mas assistir aquilo pela televisão é muito deprimente. Qual a graça de ficar vendo aqueles grupos em cima do caminhão trio elétrico cantando aquelas músicas repetitivas e chatas com aquele monte de gente atrás? Fica ainda mais trágico quando o trio para em frente a um camarote de TV e os repórteres ficam fazendo perguntas bestas e pedido para eles tocaram uma canção, que no mínimo, eles já haviam tocado umas três vezes antes. É chato, é chato de doer.

O negócio é arrumar algo para fazer para passar longe disso tudo. Curta seu namoro, leia bons livros, separe alguns bons discos para ouvir. Viaje para lugares longe dessa agitação. Faça qualquer coisa, porque se depender da mídia, você vai saborear o tédio, de forma intensa...

Outra questão é que existe muito dinheiro investido no carnaval e que isso atrai milhões de turistas do mundo todo e até do próprio Brasil. O lucro tem que ser muito grande, para justificar o dinheiro absurdo que se gasta com essa festa. Festa que, se traz gringos para cá, também fere nossa imagem lá fora. Tornando cada vez mais o Brasil como sendo um país de promiscuidade, onde tudo é permitido e ainda por cima, visto com bons olhos, já que é extremamente difundido e apoiado pela mídia local. Seria uma vergonha, se todos não achassem isso lindo.

Infelizmente ninguém se importa com isso. O povo quer mais é farrear. Não importa se o salário mínimo é uma piada ou se pagamos impostos absurdamente altos e mesmo assim não temos saúde, segurança e muito menos educação de qualidade. A única coisa relevante é comemorar essa época do ano, mesmo que não haja nada que justifique isso. O problema, meus amigos, é que quando chega à quarta-feira de cinzas a realidade volta a bater na cara de cada um e você percebe como toda a bagunça, todo o tempo e dinheiro investido não serviram para nada, de fato.  

7 comentários:

VanaAlemoa disse...

Como já comentei no teu post anterior, não deu pra correr para as montanhas, literalmente. Eu iria para a serra do RS e não deu. A TV em casa fica desligada, mas em qualquer bar ou restaurante que se vá, lá estão as famigeradas cenas que tu citaste. Outra coisa, a televisão não mostra muitas coisas que acontecem em carnavais de rua, como o de Salvador. Assaltos, gente pisoteada, brigas causadas pelo alto nível etílico dos foliões, transmissão de DST's... nada disso é mostrado! Até fico admirada que esse ano tive muitas notícias de eletrocuções. Tomara que as coisas estejam mudando.

Manfio disse...

"porque se depender da mídia, você vai saborear o tédio, de forma intensa..."

resumiu meu feriado de carnaval em uma linha rsrs.

Fernando disse...

Carnaval só serve para engordar ainda mais os bolsos dos fabricantes de cervejas, donos de trios elétricos, postos de gasolina e contas das cantoras baianas. Coisas como o aumento injustificável e desproporcional do preço dos combustíveis na véspera do feriado são deixados de lado, pois o que vale é curtir o não ser em nome do sei lá o quê.

Carlos E. Garrido - Café com Ócio disse...

Realmente, muita coisa que acontece por trás do Carnaval não é mostrado pela mídia. Até porque se todos esses podres tivessem maior atenção da imprensa, o turismo e o sucesso seria diminuído bastante, ainda que mesmo assim, teria quem não estaria nem aí.

Mas ontem mesmo, eu estava vendo algumas cenas de violência do Carnaval de Salvador num tele-jornal. Alguma coisa é mostrada, mas só a ponta do iceberg.

E Fernando, o aumento do preço do combustível é absurdo mesmo e as famigeradas cantoras baianas, acho que riem sozinhas com o tanto de dinheiro que entra na conta bancária delas nessa época do ano...

Anônimo disse...

Ópio do povo..esqueçam seus problemas por 4 dias...e voltem totalmente vazios no 5º dia...ou melhor cheios...com mais problemas adquiridos pela irresponsabilidade dos dias anteriores...rs...o Brasil é "ninja" em dizer:
- Me engana que eu gosto!!!...

Paulinha disse...

eu só gosto do carnaval pq descanso um pouco nesses dias...
e só!!!
ps: o coment anterior foi da sua sogra, viu? kkkkk

Carlos E. Garrido - Café com Ócio disse...

Olha minha namorada entregando minha anônima sogra...hahahaha

Pior que é verdade, o Brasil é o país oficial do "Me engana que eu gosto". Fazem protesto por causa de futebol, quebram tudo, mas quando roubam os cofres públicos, nada acontece. Nada acontece com o povo, que segue sua vida, e nada acontece com quem roubou também. É uma maravilha!

Postar um comentário

 
Café com Ócio | by TNB ©2010