Kick Ass – Quebrando tudo

29 de jun de 2010



Recentemente tive a oportunidade de assistir ao filme Kick Ass – Quebrando Tudo, que parece estar em torno de um grande hype na gringa. Sinceramente não entendi o porquê de tanto alvoroço criado em cima dele, apesar de servir como bom entretenimento.

O filme mostra o que aconteceria se pessoas comuns resolvessem se vestir como super-heróis e tentassem fazer justiça pelas ruas das cidades. O resultado seria no mínimo bizarro. (Na verdade isso existe na vida real e eles até têm seus próprios sites, como mostra a revista SUPER INTERESSANTE de Junho. Veja alguns exemplos clicando nos seguintes links: SuperHero, Superbarrio Gómes e Entomo. E pelo que pude ver, o resultado, de fato, é bizarro).

O jovem Dave Lizewski (Aaron Johnson) é um rapaz nerd que, depois de levar uma surra dos malvadões do bairro, acaba tendo a ideia de vestir-se como um super-herói e sair por aí para acabar com as injustiças do mundo e fazer o bem de uma forma geral. Então, sem perder tempo ele compra uma fantasia pela internet, arruma dois cassetetes e começa sua saga adotando o codinome de Kick-Ass. Porém, em sua primeira vez como combatente do crime, ele acaba levando uma surra de uns marmanjos. Só que essa briga é filmada pelo celular de um espectador que joga a cena no Youtube e em pouco tempo o vídeo vira febre e tem milhões de acessos. Assim, o cara vira ídolo na internet.

A partir disso e com a ajuda de outros super-heróis, a saber: Big Daddy (Nicolas Cage), a garotinha Hit-Girl (Chloë Grace Moretz, o grande destaque do filme) e Red Mist (Chistopher Mintz-Plasse), acabam chamando a atenção do grande chefão do tráfico que quer acabar com eles. Aí sim, a confusão está armada, como diria o narrador da sessão da tarde.

Em outros veículos já vi Kick Ass – Quebrando Tudo enquadrado tanto na categoria “comédia”, como em “ação”. Em minha opinião não é nem tanto lá, nem tanto cá. O filme tem sim elementos de ambos os estilos, mas nenhum dos dois é predominante. Para ser ação precisaria ter muito mais adrenalina e se fosse comédia, teria que ser muito mais engraçado. Existem diversas piadas, mas não tantas assim e nem tão engraçadas assim. Considero que o filme é divertido, mas não engraçado. Se é que vocês me entendem.

Colocando tudo sobre a mesa, vos digo que se procuram entretenimento, assistam sem medo. Pois isso, Kick Ass com certeza vai fazer e muito bem. Tanto que as horas (são duas) vão passar sem que você nem perceba. Mas não é aquele filmão que estão falando por aí. È um filme legal, apenas isso. 


Ficha técnica
Kick Ass – Quebrando Tudo (Kick Ass, 2010) 

Direção: Matthew Vaughn

Gênero: mezzo comédia, mezzo ação

Duração:01 hs 57 min

Elenco: Aaron Johnson, Christopher Mintz-Plasse, Mark Strong, Chloë Grace Moretz, Xander Berkeley e Nicolas Cage.

3 comentários:

Paulinha disse...

Eu achei uma mescla de humor negro com muita violência rs.. é apenas um filme pra passar o tempo qd vc nao tem nada pra fazer naquela tarde ou fds entediante! rsrs

Paulinha disse...

e pede pro cunhado baixar Preciosa pra eu assistir! huahuahua

Carlos Eduardo Garrido disse...

É mesmo, o filme é bastante violento...hahaha Acho que esqueci de mencionar isso... Vou pedir pra ele baixar...haha

Postar um comentário

 
Café com Ócio | by TNB ©2010