Ozzy Osbourne - Scream

17 de set de 2010



É com grande ansiedade que os fãs esperavam pelo lançamento de “Scream”, novo álbum de Ozzy Osbourne. Tamanha expectativa criada tinha dois fatores principais. O primeiro era o fato de ser o disco de estreia do novo guitarrista, Gus G (FIREWIND, NIGHTRAGE, DREAM EVIL), que entrou no lugar de Zack Wylde, que estava há 22 anos na banda. E o segundo motivo era porque, se os últimos trabalhos de Ozzy não foram os melhores da carreira, pelos menos, vinham numa crescente. “Down to Earth”(01) foi fraco e “Black Rain” (07) é apenas mediano, mas já mostrou uma boa melhora. Então, se continuar nesse ritmo, é para “Scream” ser um, pelo menos, um bom álbum.

De fato, o novo disco do madman pode ser considerado seu melhor trabalho desde “Ozzmozis”(95), entretanto, ainda está aquém daquilo que o vocalista já produziu em seu auge nos anos 80 e começo de 90. Porém, “Scream” possui algo interessante a seu favor, é daqueles discos que quanto mais você ouve, mais você gosta. Então pode ser que daqui um tempo, ele se torne um dos meus preferidos.

 A sonoridade de “Scream” remete aos últimos discos de OZZY, com guitarras pesadas e ritmo cadenciado, além de alguns efeitos modernosos tanto nos vocais quanto no instrumental, vez ou outra. Efeitos esses que não me agradam muito, mas que renderam bons frutos, como na forte “Let it Die”, que abre o disco muito bem. A sequencia com “Let Me Hear You Scream” e “Soul Sucker” mantém o peso em alta e dão a impressão de que este será um grande disco. A faixa seguinte, “Life Won’t Wait”, é uma semi-balada muito bem construída e mantém a sensação de que este álbum irá superar as expectativas. “Diggin’ Me Down” trás o peso de volta e em grande estilo, uma das melhores deste “Scream”.

Entretanto, daí em diante a qualidade cai e nenhuma das músicas seguintes deve figurar entre as preferidas dos fãs. Nisso já estamos na metade do disco. Não que elas sejam ruins, mas também não são nada demais. Uma pena para um álbum que começou tão bem. Mesmo assim está a frente dos lançamentos de 2000 para cá.

Quanto ao novo guitarrista, quem o conhece sabe do talento que ele possui. Em “Scream” ele faz uma boa participação. Entretanto, é bem provável que a maioria do material já estava escrito antes dele chegar. Já que as músicas são todas composições de Ozzy em parceria com o produtor Kevin Churko. Quero mesmo é ouvir as composições que vierem da dupla formada pelo príncipe das trevas e por Gus G. Afinal, a carreira solo de Ozzy é o que é hoje graças à seus fieis escudeiros das seis cordas. É esperar pra ver. Mas o começo parece promissor.

Ozzy Osbourne – Scream (Epic, 2010)
Produzido por Ozzy Osbourne e Kevin Churko

1.   "Let It Die"
2.   "Let Me Hear You Scream"
3.   "Soul Sucker"
4.   "Life Won't Wait"
5.   "Diggin’ Me Down"
6.   "Crucify"
7.   "Fearless"
8.   "Time"
9.   "I Want It More"
10. "Latimer’s Mercy"
11. "I Love You All"

Ozzy Osbourne – vocal
Gus G. – guitarra
Rob Nicholson – baixo
Adam Wakeman – teclados
Tommy Clufetos - bateria

Quer mais Ozzy? Leia também:

2 comentários:

Matheus Sonza disse...

Esse àlbum ficou demais! A "Life won't wait" ficou muito boa.
Achei esse àlbum muitas vezes melhor do que o Black Rain.

Carlos E. Garrido - Café com Ócio disse...

"Life Won't Wait" realmente é muito boa! Estou ouvindo ela direto.

Postar um comentário

 
Café com Ócio | by TNB ©2010