Brasil e Portugal ficam no zero e causam tédio

26 de jun de 2010


No último jogo da primeira fase, a seleção brasileira já entrou classificada em campo, independente do resultado. Os portugueses também estavam praticamente nas oitavas, já que a COSTA DO MARFIM precisava enfiar uma goleada astronômica nos norte-coreanos. Será que por isso o jogo foi tão fraquinho?

PORTUGAL, ao contrário do que se esperava, entrou com o time recuado. Quando finalmente pensamos que íamos enfrentar uma equipe do mesmo nível da nossa e jogando pra cima, já que o vencedor ficaria com a primeira colocação, eles jogam atrás. Frustrante! Também, agora eles que se virem, vão ter que pegar uma baita pedreira pelo caminho, a ESPANHA. Se deram mal nessa.

Mas falando do jogo entre BRASIL e PORTUGAL em si. Que joguinho ruim. Como já disse aqui, os lusitanos vieram com a equipe toda atrás. Só com o Cristiano Ronaldo à frente, que mesmo sozinho, de vez em quando dava trabalho pra nossa defesa. Mas era só de vez em quando mesmo, porque no geral nenhuma das duas equipes conseguia chegar com perigo ao gol adversário (e mesmo sem perigo, a bola não chegava).
O time brasileiro, como de costume, estava penso para o lado direito. As tentativas de jogada eram todas com Maicon e Daniel Alves (que substituía o contundido Elano), mas ambos estavam muito bem marcados e não conseguiam criar nada. Pelo lado esquerdo, Michel Bastos era pouco lembrado e mesmo quando participava do jogo não mostrava um bom desempenho. Kaká que poderia tentar carregar a bola até o ataque, não jogou, pois estava suspenso. Mas quem estava em seu lugar? Caramba, não estou conseguindo me lembrar... Ah, era o Julio Baptista, não era? É, acho que era sim. Mas o grandalhão estava lá só de corpo presente mesmo, porque estava sumido de campo. Sabe quando o cara não pega na bola (uiii) e mesmo quando a bola está no meio do campo você não vê ele nem sequer na tela da TV, então, ele estava nessa situação. Me lembrou até de mim mesmo jogando bola...
Luís Fabiano também não jogou nada, até porque a Jabulani não chegava até ele. Só que seu companheiro de ataque, Nilmar, também não recebia a pelota, mas sempre vinha buscar jogo e quase até conseguiu marcar um gol. Mas ficou só no quase.
 O grande destaque do BRASIL foi o xerifão Lúcio, que pra variar, demonstrou muita raça e jogou pra caramba. Inclusive ele era um dos que tentava mais criar na equipe. E olha que para o principal criador da equipe ser uma zagueiro, é que a coisa tá feia. Vira e mexe ele avançava com a bola para o meio de campo, mas não achando ninguém para passar, acabava tocando de lado e voltando para o setor defensivo. Aliás, ô timinho pra gostar de tocar de lado esse do BRASIL, hein? Dá até raiva, os caras só passando de ladinho e voltando para a defesa. E pensar que eu poderia estar tirando uma soneca clássica depois do almoço...
No segundo tempo, os portugueses fizeram algumas alterações e jogaram de forma mais ofensiva e até chegaram a dominar a partida por certo tempo. Digo até que poderiam ter conseguido vencer a partida. Mas depois o BRASIL retomou o controle do jogo e esfriou tudo novamente. No final acabou tudo zerado mesmo e com as duas seleções devidamente classificadas.
Bem feito pra COSTA DO MARFIM que ficou de fora, não adiantou nada descerem o sarrafo nos brasileiros.
Falando em descer o sarrafo, abrir a caixa de ferramentas, bater até na mãe, chegar  quebrando, entrar pra machucar... Felipe Melo fez tudo isso, mas Dunga o tirou ainda no primeiro tempo. Com isso, acabou a violência no estádio.
Resumindo, esse jogo só serviu pra mostrar como uma partida, mesmo que seja de COPA DO MUNDO e mesmo que seja entre duas grandes equipes, pode ser chata e tediosa. A partida também mostrou que Dunga convocou mal sua equipe, já que não tinha quem colocar no lugar do Kaká.
Agora é esperar pelo time do CHILE, que até agora jogou sempre buscando o ataque. Espero que continuem assim contra nossa seleção. Porque se ficarem na retranca, o BRASIL vai ter muita dificuldade e o jogo vai ficar duro (de assistir) novamente. 

1 comentários:

Raul disse...

Não consegui ver o jogo até o fim, dormi na metade do segundo tempo. Não entendo muito do assunto, mas tudo o que eu vi foi nego tentando acertar o gol de umas distancias bizarras. Parecia mais que queriam jogar Pong...

Postar um comentário

 
Café com Ócio | by TNB ©2010